quinta-feira, 14 de julho de 2011

Comoda velha

     Olá queridas pessoinhas! Ultimamente estou com a macaca. Tenho vontade de mudar tudo o que existe na minha casa. Já sentiram isso? Não aguento mais esse mar de marrom e bege que me circula.
     Estive vendo alguns blogs gringos que "frequento" e vi que lá nos States e Europa não existem lojas de restauração. É tudo DIY (do it yourself = faça vc mesmo). Fiquei pensando se seria capaz de eu mesma fazer as mudaças que tanto desejo. Será? Bom, se tanta gente consegue fazer, por que eu não conseguiria?
     Mas com certeza para ter um bom resultado eu teria que ter as ferramentas apropriadas. Fui então pesquisar o preço de lixadeiras, pistolas de tinta, compressor, furadeira, etc. Fiquei surpresa, achei que fossem muito mais caras! Claro que não chegam a ser baratas, mas com certeza sai por menos do que se eu levasse a um restaurador, sem contar que muitas vezes o trabalho deles não fica 100% e a gente precisa pagar do mesmo jeito.
     Quando o Maridão chegou em casa, mostrei para ele o que tinha achado e sugeri que nós poderíamos experimentar qualquer dia fazer uma reforminha por nossa conta e risco. Como a louca da casa sou eu, estava esperando que ele respondesse algo tipo "Você já tomou seu remédio hoje?" ou "Até parece que vou deixar você estragar nossos móveis!". Para meu espanto ele disse "Ah, se você comprar o que precisa, eu te ajudo a fazer." Não precisa nem dizer que dei pulos de alegria!
     Ele só pediu que eu começasse com algo pequeno, que não comprometesse o resto. (Na verdade, eu queria começar com a minha mesa de jantar, hihihi, e se ficasse uma droga comprometeria as cadeiras, enfim, melhor não...)
     Aí pensei na minha cômoda. Tenho ela desde antes de nascer, literalmente. Minha mãe comprou essa cômoda quando soube que estava grávida de mim. Ela está velhinha, mas é muito boa, de madeira maciça, bem forte e depois que cresci ficou entulhada no quartinho de despejo da minha mãe. Há alguns (muitos) anos, quando eu ainda era solteira, resolvi colocar ela no meu quarto, porque ela estava sendo subutilizada e eu precisava de gavetas... Nessa ocasião, Maridão (na época namorado) e eu compramos lixas, selador e todo o aparato necessário e passamos uma tarde longa e ingrata lixando a dita cuja. Ela tinha alguns poucos riscos, mas por mais que lixássemos pareciam não sair. 
     Depois de algumas  das mais longas horas da minha jovem vida, a tão querida cômoda ficou pronta. Foi muito usada e feliz nos anos seguintes, mas não a trouxemos quando nos mudamos para Santos porque achamos que não haveria espaço para ela, mas há! E eu estou tentando convencer o teimoso do Marido a trazer ela para cá e agora tenho uma boa desculpa para isso...
     Entonces, quero fazer dela a minha cobaia. Gostaria de combiná-la com o meu aparador de quarto. Ou então, quem sabe, tentar algo diferente. Idéias???
     Bom, o que vocês acham? Alguém já se arriscou a fazer esse tipo de mudança-reforma? Acham que devo tentar? Me escrevam dando sugestões de como eu deveria transformar a minha cômoda.

Aqui está ela. Desculpem a foto péssima, mas é única que tenho.





Encontrei algumas que me serviram de inspiração, mas ainda assim aguardo as idéias.  














Besos,

Sophs

8 comentários:

Regina disse...

Por que não tentar, Sophia? Você só tem a ganhar. Um móvel novo, mais bonito, feito por você. Vai ter muito trabalho, mas vai ser gratificante.
beijinhos, e um ótimo final de semana

Gabi disse...

Que bloguinho fofo, Sophia!
Adorei!

Estou seguindo!!

Beijinhos

Claudia disse...

oi Sophia, vim agradecer e retribuir sua visita no blog. O seu espaço é uma graça, voltarei sempre.

beijos e bom domingo

Kakau Netto disse...

Oi, Sophia! Tem selinho pra você lá no blog! Bjs, Kakau

Santinha disse...

Ola amiga
Tenta, arrisca, inventa que no final dá tudo certo. É assim que a gente começa e depois nunca mais quer parar.
Adorei o blog...Santos que saudades dessa cidade.
bj
yvone

Virginia Jesus Fassarella disse...

Adorei o seu cantinho e as cômodas. Beijos.

Virginia Jesus Fassarella disse...

Voltei, estou te seguindo. Beijos.

Simples Assim disse...

Oi Sophia,
Adorei conhecer seu blog , mas não conheci lhe seguir por problemas no blog.Voltarei aqui.
Achei lindo a imagem com "sou mae de cachorro".Eu também sou.
Será que poderia copiar no meu blog?
Bj,
Lylia